X
(44) 3224-3992

Materbaby Reprodução Humana

Banner Desktop: Tentante pode tomar suplementos ou anabolizantes? Banner Mobile: Tentante pode tomar suplementos ou anabolizantes?

Fertilidade Feminina

Tentante pode tomar suplementos ou anabolizantes?

Toda mulher que começa a jornada para engravidar tem muito mais dúvidas que certezas, não é verdade? O que posso comer? Devo me exercitar mais ou menos vezes que o normal? Preciso ter mais relações com o meu parceiro? São muitos os questionamentos que uma tentante possui e dentre estes, estão dois de fundamental importância: será que posso ou devo tomar suplementos? E anabolizantes?  

Este conteúdo responderá estas perguntas, além de esclarecer outras dúvidas sobre toda a jornada que leva uma tentante, seja aquela que já fez algum tratamento, seja aquela que quer engravidar de forma espontânea e conceber uma nova vida.

Em ambos os casos, é importante ter o auxílio de um profissional, que vai entender as suas particularidades e planejar de modo mais eficiente todo o projeto para a concepção do futuro bebê. Vamos começar? 


O que muda na rotina de vida de uma tentante?

Tentantes são todas as mulheres, casais e homens que estão começando a jornada para ter um filho, seja de forma espontânea, seja a partir de tratamentos.

É importante destacar que todo casal deve procurar ajuda profissional caso já esteja tentando a gravidez por ao menos 1 ano e sem sucesso quando a mulher tiver até 35 anos, ou após 6 meses quando tiverem mais de 35 anos de idade.  Em casos assim, o auxílio de um profissional será essencial para que haja um planejamento específico ou tratamento para infertilidade.

É preciso que estejam atentos a algumas mudanças desejáveis:

  • Ter uma equipe médica multidisciplinar 

O acompanhamento médico correto fará toda a diferença para que a jornada do casal seja saudável e bem sucedida na busca pela gravidez. Nesse sentido, o ideal é ter uma equipe formada por médico fertileuta, médico obstetra, nutricionista, psicólogo e até mesmo um fisioterapeuta, que pode trabalhar o corpo da mulher para que esteja preparada para aguentar todas as etapas do processo.

  • Hábitos saudáveis 

Ter hábitos saudáveis, como uma alimentação equilibrada, atividades físicas regulares, boas noites de sono e um cenário de pouco estresse é essencial para que todos os envolvidos no processo para engravidar tenham condições de se desenvolver bem e ter sucesso no objetivo.

  • Conhecimento sobre o período fértil  

Outra mudança necessária será um maior entendimento do período fértil da mulher, para que estas informações sejam usadas a favor do objetivo de engravidar.

Isso não significa instalar aplicativos indiscriminadamente ou aumentar a quantidade de relações sexuais, mas sim entender que o período fértil da mulher tem uma função primordial no processo, já que ter relações neste período é imprescindível.


Tomar suplementos pode ajudar a mulher a engravidar?

Depois destas informações, surge uma das dúvidas mais recorrentes para a mulher: será que preciso tomar suplementos para engravidar de forma mais saudável, ou não é recomendável?

A resposta para esta pergunta é sim, suplementos e vitaminas são parceiros importantes para a mulher nesta jornada tão maravilhosa e desafiadora que é a de tentar engravidar. Os principais que podem ajudar a mulher a engravidar são:

  • Vitamina B9 (ácido fólico – metilfolato):

Essa vitamina é muito importante para a mulher tentante, porque diminui a incidência de defeitos no tubo neural e melhoram a taxa de ovulação de fecundidade natural. O ácido fólico pode ser encontrado em alimentos como vegetais verde escuros, espinafre, feijão branco, aspargos, carne de fígado ou peixes.

  • Vitamina C:

Uma das vitaminas mais conhecidas, ela melhora as taxas de ovulação e de gravidez natural. Podemos achar esta vitamina em diversas frutas, como caju, goiaba, mamão, acerola e manga, produtos de origem animal como fígado, e suplementos.

  • Vitamina D:

Apesar de ser conhecida como vitamina, ela é um hormônio muito importante que deveríamos produzir ao nos expor ao sol. Estudos recentes relacionam vitamina d baixa com maior taxa de aborto e pre eclampsia, por isso é importante nos atentarmos a sua suplementação.

  • Vitamina B12:

A suplementação com vitamina B12 está relacionada com a formação neurológica do bebê. Ela pode ser encontrada em fontes animais e deve ser a resposta em pacientes com baixos níveis sanguíneos, vegetarianos e veganos.

  • Zinco:

A deficiência de zinco pode resultar no comprometimento de vias metabólicas, inclusive de algumas que atuam na parte da fertilidade. Assim, a suplementação de zinco pode ajudar mulheres tentantes a melhorarem as taxas de fertilidade.

  • Ômega 3:

A suplementação de ômega 3, quando feita de forma adequada, tende a aumentar a taxa de fertilidade e pode ser uma boa estratégia nutricional para que mulheres tentantes aumentem as taxas de fertilidade e ajudem no processo de engravidar.

Agora que já vimos que os suplementos e vitaminas podem ser um grande aliado na jornada de gravidez da mulher, ou do casal, devemos destacar a importância em se buscar auxílio profissional antes de cogitar se ‘auto suplementar’, por conta própria e sem o conhecimento técnico.

  • Ferro:

Esta é outra vitamina essencial que devemos prestar atenção quando pensamos na gestação. Estudos recentes relacionam ferritina baixa com maior probabilidade de restrição de crescimento intra uterino, pré eclampisa e aborto. Por isso é fundamental nos atentarmos sobre ela.


Posso tomar anabolizantes antes ou durante o processo de engravidar?